A Importância da Suplementação na Terceira Idade

Com o passar dos anos é natural que o corpo diminua seu metabolismo e sua capacidade de absorção de nutrientes e, por isso, a dieta das pessoas que já estão na terceira idade deve ser bem pensada.

O uso de suplementos é uma ótima estratégia para manter o corpo nutrido, saudável e evitar o desenvolvimento ou o agravamento de doenças.

Continue lendo este post que vamos lhe falar sobre a importância da suplementação na terceira idade e dar dicas de como envelhecer de forma saudável.

Envelhecimento populacional

A população mundial está passando por uma mudança demográfica e, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a estimativa é que o Brasil tenha, até o ano de 2060, cerca de 26% da população nacional acima dos 60 anos de idade.

Por isso, é tão importante o desenvolvimento de programas voltados para a terceira idade, bem como para os jovens e adolescentes, para que envelheçam saudáveis e com melhor qualidade de vida. A exemplo disso, temos o Caderno de Atenção Básica – Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, que tem como objetivo reafirmar as necessidades da população idosa na Atenção Básica de Saúde.

Processo biológico do envelhecimento

O envelhecimento do corpo é caraterizado pelo reflexo das diversas mudanças biológicas ocorridas no decorrer da vida.

O organismo diminui sua capacidade de resposta a estímulos e pode reduzir a produção de proteínas e de hormônios. Algumas mudanças comuns na terceira idade são:

  • Aumento do índice de gordura corporal – o metabolismo mais lento propicia o acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal e visceral.
  • Perda de massa muscular (sarcopenia) – ocorre principalmente pela deficiência de proteínas e alterações hormonais.
  • Perda de colágeno e de água – que dá a característica enrugada da pele, que fica mais fina e com menos elasticidade.
  • Diminuição da qualidade da visão – duas das principais causas da perda da qualidade da visão dos idosos são: catarata e degeneração macular relacionada a idade (DMRI).
  • Osteoporose – é a diminuição da densidade dos ossos, tornando-os mais fracos e propícios a quebras. Ocorre principalmente pela deficiência de cálcio e vitamina D.

Nutrição na terceira idade

Com o avançar da idade, acontecem mudanças fisiológicas que diminuem a capacidade do organismo de absorver, metabolizar e produzir substâncias importantes para o funcionamento adequado do corpo. Por isso, é preciso uma atenção especial à dieta dos idosos.

Quadros de desnutrição são comuns em pessoas na terceira idade, e podemos dizer que os principais fatores responsáveis são:

  • Diminuição da capacidade de absorção dos nutrientes;
  • Dificuldade de se alimentar;
  • Diminuição da quantidade de alimento ingerido;
  • Metabolismo alterado;
  • Alimentação com baixo valor nutricional.

As principais consequências da desnutrição na saúde da pessoa idosa são:

  • Maior risco de quadros infecciosos;
  • Agravamento de doenças pré-existentes;
  • Comprometimento da função respiratória;
  • Perda de massa muscular;
  • Fraqueza física;
  • Maior possibilidade de quedas e fraturas;
  • Problemas estomacais e intestinais;
  • Desidratação;
  • Maior dificuldade de cicatrização;
  • Depressão.

Muitas disfunções e doenças podem ser evitadas ou amenizadas quando se adota hábitos saudáveis no decorrer da vida. Dentre eles podemos destacar a prática de atividade física, a manutenção de uma alimentação equilibrada e o acompanhamento médico periódico.

Pra te ajudar a envelhecer bem e com saúde, leia nosso post Como Criar Hábitos para um Envelhecimento Saudável.

Suplementação na terceira idade

A desnutrição compromete a saúde das pessoas e se tratando de idosos, esse quadro pode ter consequências ainda mais graves. Veja como os suplementos podem melhorar a qualidade de vida na terceira idade.

Reposição de massa muscular

A sarcopenia está diretamente associada ao envelhecimento e é caracterizada pelo baixo índice de massa muscular, menor força nos músculos e menor desempenho físico.

É uma doença que causa fragilidade e fraqueza ao indivíduo, que tem dificuldades em sustentar o corpo e realizar movimentos. Essa condição favorece a ocorrência de quedas, fraturas, dificuldade de desempenhar atividades básicas do dia a dia, dependência de cuidado, hospitalização recorrente e sérias complicações.

Algumas ações simples podem ajudar a evitar a perda de massa magra, aumentar a força e melhorar o desempenho físico:

  • Praticar atividade física de forma frequente, respeitando as limitações do corpo. É recomendado ter um acompanhamento profissional para evitar lesões por execução errada dos movimentos ou sobrecarga de peso;
  • Suplementação de aminoácidos essenciais, que são aqueles que não são produzidos naturalmente pelo corpo, mas que são de extrema importância para o bom funcionamento do organismo. Os aminoácidos essenciais são capazes de potencializar a síntese de proteínas, preservar a massa muscular, oferecer mais força e tônus, reduzindo a flacidez;
  • Dieta rica em proteínas, para promover a reconstrução e a manutenção da massa muscular.

Lembre-se de consultar um profissional especializado para elaborar um plano alimentar adequado e determinar as quantidades e os tipos de nutrientes que devem ser suplementados.

Leia também nosso post Alimentos para Melhorar o Desempenho Físico.

Melhora da qualidade da visão

Vitaminas e mineiras são grandes aliados para a vitalidade da pele, dos cabelos, e essenciais para a saúde dos olhos.

A vitamina C e a vitamina E são essenciais na prevenção e no retardo da progressão de uma doença chamada degeneração macular relacionada à idade (DMRI), que é a causa mais frequente de cegueira em pessoas acima de 60 anos.

A Luteína e Zeaxantina e minerais como zinco e cobre também apresentam papel fundamental para a qualidade da visão e para a prevenção de doenças oculares.

Por isso, quando não for possível manter uma dieta equilibrada, o uso de suplementos para repor os nutrientes é uma ótima opção.

O Eye Protect é um produto composto por vitamina C, vitamina E, zinco, luteína, cobre e zeaxantina, que quando consumidos juntos diariamente, promovem a longevidade dos olhos e mantém a qualidade da visão.

Leia nosso post Como Cuidar da Saúde dos Olhos e veja como alguns hábitos simples podem prevenir o surgimento de doenças relacionadas à visão.

Fortalecimento da imunidade

A partir dos 50 anos de idade, pode acontecer um declínio na função imunológica que pode trazer sérios problemas de saúde.

O comprometimento do sistema imunológico do idoso pode ser prevenido ou minimizado através da prática de uma alimentação equilibrada ou por meio do uso de suplementos.

Algumas escolhas e hábitos que são adotados ao longo dos anos podem prejudicar a qualidade da alimentação e causar uma deficiência importante de vitaminas e minerais.

As principais fontes de vitaminas e minerais são folhas verdes, legumes, frutas, produtos lácteos, cogumelos e oleaginosas. E esses alimentos geralmente não fazem parte do cardápio pois não são agradáveis ao paladar de muita gente.

Se esse é o seu caso, comece uma reeducação alimentar! Mude seus hábitos e eduque seu paladar. Uma alimentação equilibrada é a chave para manter a qualidade de vida e aumentar a imunidade.

O ImunoVit é um suplemento vitamínico e mineral que estimula o sistema de defesa, sendo uma ótima opção para fortalecer a imunidade.

Prevenção de doenças neurológicas

O cérebro é um órgão extremamente ativo que produz radicais livres como produto de seu metabolismo. No sistema neurológico, esses radicais livres podem prejudicar as membranas celulares dos neurônios, causando uma perda de função prematura.

Para ajudar a manter a saúde do cérebro, inclua em sua dieta alimentos como:

  • Peixes;
  • Aveia;
  • Açafrão;
  • Frutas vermelhas;
  • Linhaça;
  • Mamão;
  • Abacaxi.

Existem alguns nutrientes que ajudam a manter as funções neurais:

  • Ácido docosahexaenóico (DHA) – é um ácido graxo do tipo ômega 3 presente na substância cinzenta do cérebro, correspondendo a 15% da composição total de ácidos no córtex frontal humano. O DHA atua nas vias dos neurotransmissores, na transmissão sináptica e na transdução de sinais;
  • Vitamina C – essa vitamina possui ação antioxidante e contribui para a proteção e manutenção da funcionalidade das células neurais.
  • Citicolina – auxilia na memória, intensifica a capacidade de concentração e de foco e contribui para a energia mental, favorecendo o bom funcionamento do cérebro. 
  • Magnésio Treonato – contribuiu para a melhora da memória, aumenta a capacidade de concentração e aprendizado, além de atuar na prevenção de doenças neurodegenerativas.

As pessoas na terceira idade podem apresentar alguma intolerância, alergia ou outro tipo de limitação que impeça a ingestão e a absorção adequada desses alimentos. Nesses casos, a suplementação contribui para o equilíbrio nutritivo e oferece gorduras, vitaminas e minerais de qualidade e na concentração adequada para proteger o sistema nervoso.

Fortalecimento dos Ossos

Os ossos são formados por um tecido vivo que se renova constantemente e esse processo deve estar em equilíbrio para que seja mantida sua estrutura e densidade.

Qualquer desequilíbrio nutricional ou funcional que comprometa a formação e manutenção dos ossos pode torná-los frágeis, com maior probabilidade de se quebrarem. A diminuição da densidade mineral óssea começa com quadros de osteopenia, que pode evoluir para o quadro mais grave: a osteoporose.

O principal componente dos ossos é o cálcio. E para o cálcio ser levado até o tecido ósseo e ser fixado lá, é necessária a participação de alguns minerais e vitaminas, como o magnésio, a vitamina D3 e a vitamina K2. Juntos, esses elementos garantem que o Cálcio seja devidamente depositado nos ossos, deixando-os mais fortes.

Depois dos 60 anos, o organismo tem uma tendência de retirar o Cálcio do tecido ósseo. Por isso é tão comum quadros de osteoporose em pessoas na terceira idade.

Alguns suplementos recomendados para fortalecer os ossos já combinam vitaminas e minerais em sua fórmula. O Cálcio MDK é uma fonte de suplementação segura, formada pela associação de Cálcio, Magnésio, Vitamina D3 e Vitamina K2. Ele auxilia na formação dos ossos, na coagulação sanguínea, na contração muscular e na saúde das articulações

Converse com seu médico ou nutricionista

Com o passar dos anos, devido ao aumento da dificuldade em absorver os nutrientes ingeridos por meio dos alimentos, faz-se necessário a suplementação alimentar.

Além disso, a redução da quantidade de ingestão de comida, o sedentarismo e o aumento do consumo de medicamentos também podem contribuir para a baixa absorção de nutrientes.

A deficiência de vitaminas e minerais pode desencadear doenças ou agravar as já estabelecidas, o que compromete a qualidade de vida do idoso.

Por isso, realize visitas constantes ao médico. Tire todas as dúvidas a respeito da suplementação na terceira idade, verifique quais os suplementos mais indicados e como inseri-los no dia a dia.

E não se esqueça de se exercitar regularmente! Dessa forma, será possível ter um envelhecimento ativo e saudável.

Gostou do post? Sabia da importância da suplementação na terceira idade? Nos deixe um comentário! Será um prazer conversar com você!

Conheça a BS Pharma!

A BS Pharma é uma farmácia de manipulação que está há quase 30 anos no mercado farmacêutico, prestando um serviço com a qualidade e a segurança que nossos clientes merecem e precisam.

Possuímos um processo produtivo inovador e uma equipe altamente qualificada que permite a manipulação de fórmulas em 2 horas*.

Seguimos em frente com nossa missão: oferecer soluções em longevidade e bem-estar à sociedade através de serviços inovadores com excelência e agilidade.

Conheça nosso site, visite nossa loja, venha viver mais e melhor com a gente!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: