Outubro Rosa: cuidados essenciais para a saúde da mulher

Outubro começou e o laço rosa já enfeita as mídias e todos os lugares pelo mundo! O Outubro Rosa é um movimento internacional com o objetivo de conscientizar sobre a importância das medidas de controle do câncer de mama, que é o câncer com maior taxa de mortalidade entre as mulheres.

Além do combate ao câncer de mama, muitos outros fatores estão envolvidos na promoção da saúde da mulher. Uma mulher saudável está bem fisicamente e emocionalmente. Acompanhe o post e veja quais os cuidados essenciais para a saúde da mulher, em outubro e durante todo o ano.

Saúde da mulher

A saúde da mulher é pautada na Política Nacional de Atenção Integrada à Saúde da Mulher, que traz princípios e diretrizes para a ampliação, qualificação e humanização da atenção integral à saúde da mulher no Sistema Único de Saúde.

O cuidado dispensado à mulher é pensado levando em conta toda a diversidade cultural, social, étnica, biológica e emocional da população moderna feminina.

A saúde da mulher vai além dos cuidados ginecológicos! Passa pelos cuidados com a pele, cabelos, unhas, corpo, saúde íntima e bem-estar emocional e físico.

Beleza

Cuidar da aparência e se sentir bonita eleva a autoestima da mulher. E uma mulher, quando se sente bem consigo mesma, lida melhor com as situações a sua volta, se sente forte e segura.

Separe um tempo para cuidar de você! Inclua no seu dia uma rotina da beleza. Aquele momento para você hidratar os cabelos, o corpo, passar um creme rejuvenescendor no rosto e cuidar das unhas.

Os produtos cosméticos e farmacêuticos não são os únicos que oferecem esses cuidados. Uma alimentação balanceada, com oferta suficiente de proteínas, vitaminas, gorduras e minerais, nutre os fios do cabelo, as unhas e a pele, dando uma aparência saudável, viçosa, hidratada e jovem. Não é só beleza, é saúde!

Confira nosso post Alimentos para Manter a Pele Jovem e os Cabelos Sedosos e veja como cuidar da sua beleza de dentro pra fora!

Saúde íntima

O autoconhecimento e o autoexame são importantíssimos, pois permitem que a mulher identifique possíveis alterações no seu corpo que podem levar à detecção precoce de alguma doença. Um tratamento feito de forma rápida evita futuras complicações e seus efeitos danosos para saúde da mulher.

A visita periódica ao ginecologista é fundamental. Cada ciclo de vida da mulher é marcado por características hormonais diferentes, e para cada momento, uma atenção específica é recomendada. Por isso, procure um médico de sua confiança e faça um acompanhamento.

Veja a seguir algumas das alterações mais comuns que acometem as mulheres e saiba como lidar em cada situação:

Candidíase Vaginal

A candidíase vaginal é uma infecção causada pelo fungo Candida sp., sendo a Candida albicans a mais frequente. Esse fungo pertence a flora microbiota normal do corpo, inclusive dos homens. É encontrado na pele, na boca, nos órgãos genitais e no trato gastrointestinal.

Quando a flora natural fica desequilibrada e acontece a proliferação aumentada da Candida sp., a infecção é instalada. Os principais sintomas são:

  • Coceira na vulva e na vagina;
  • Ardência e inchaço local;
  • Dor ao urinar;
  • Ardência no ato sexual;
  • Corrimento geralmente esbranquiçado e sem odor.

Associado à alteração do pH vaginal e à baixa imunidade, algumas coisas podem favorecer a proliferação do fungo:

  • Intestino preso – o acúmulo de fezes no intestino aumenta a quantidade do fungo no local, e quando acontece a evacuação, o risco de contágio do canal vaginal é grande. Por isso, muito cuidado com a limpeza da região.
  • Diabetes – como as alterações nos níveis glicêmicos comprometem a imunidade do organismo, mulheres diabéticas estão mais propensas a desenvolverem infecções genitais como a candidíase. 
  • Uso recente de antibiótico – o uso de antibiótico abaixa a imunidade e favorece um desequilíbrio da flora, propiciando a proliferação do fungo.
  • Menopausa – as alterações hormonais que ocorrem durante a menopausa causam alterações na mucosa vaginal, podendo desequilibrar a flora e facilitar o desenvolvimento da candidíase.

Cuidado redobrado no verão! Essa é a época do ano em que é mais comum a proliferação da Candida sp., por causa do calor e da umidade elevada. Então, para aproveitar o verão e não correr o risco de desenvolver candidíase, tome os seguintes cuidados:

  • Evite ficar com as roupas úmidas ou molhas por muito tempo;
  • Lave as roupas íntimas e as roupas de banho com sabão neutro;
  • Deixe as roupas íntimas secarem em local bem arejado. Só as use se estiverem completamente secas.

Para tratar a candidíase é recomendado antifúngico, que pode ser de administração oral ou vaginal.

O Candida Control é um produto inovador desenvolvido para a prevenir e auxiliar no tratamento da candidíase. Sua fórmula possui ativos capazes de equilibrar a flora bacteriana e estimular o sistema imunológico. É composto por Ácido Caprílico, Ipê Roxo, Equinácea, Vitamina C, Curcuma Longa e Magnésio. Se você sofre com a candidíase frequentemente, essa é uma boa alternativa. Caso os sintomas persistam, procure um médico.

Câncer de colo de útero

É causado pela infecção persistente do Papilomavírus Humano (HPV). É a doença sexualmente transmissível com maior incidência. Desde de 2014 o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza gratuitamente a vacina contra HPV para meninas de 9 a 14 anos de idade e para os meninos de 11 a 14 anos.

O exame Papanicolau é o método de rastreio mais indicado do câncer de colo de útero. É rápido, seguro, e permite detectar lesões precursoras da doença, o que contribui para um diagnóstico precoce. Deve ser realizado anualmente em mulheres entre 25 e 64 anos de idade, que já tenham iniciado a vida sexual.

Outros testes utilizados para diagnosticar são:

  • Exame ginecológico – o acompanhamento ginecológico é muito importante. Além de acompanhar seu histórico clínico, o médico pode realizar exames visuais e de toque, observando se toda a região genital, interna e externa, apresenta aspecto saudável.
  • Biópsia – caso sejam detectadas células anormais no exame preventivo Papanicolau, é indicado a coleta de uma a amostra de tecido para realização da biópsia, que vai dar o diagnóstico de câncer ou não.

Câncer de mama

O câncer de mama tem grande incidência entre as mulheres e é o câncer com maior taxa de mortalidade. Por isso, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) trabalha nessa causa promovendo eventos técnicos, debates, produz materiais e disponibiliza recursos educativos para informar sobre os fatores protetores e a detecção precoce do câncer de mama.

É importante que a mulher realize o autoexame nas mamas uma vez no mês. O recomendado é fazê-lo sete dias após o início da menstruação. E se você já está na menopausa, pode escolha um dia por mês:

  • Em frente ao espelho: com os braços abaixados, observe as mamas. Coloque as mãos na cintura e depois na nuca. Fique atenta a alterações na pele e nos mamilos.
  • No chuveiro: após verificar as mamas no espelho, coloque uma mão atrás da cabeça e apalpe o seio com a outra em busca de possíveis nódulos. Verifique também a região da axila.
  • Deitada: coloque uma mão na nuca e apalme toda a mama com a outra mão fazendo movimentos circulares. Repita o processo na outra mama. Observe também a presença de secreções nos mamilos.

Caso encontre qualquer mudança no aspecto das mamas, procure imediatamente um ginecologista. A fase inicial do câncer de mama pode ser assintomática, mas com a evolução da doença, alguns sintomas podem surgir:

  • Nódulo duro na mama – podem ser notados com o toque durante o autoexame da mama. Alguns nódulos também podem aparecer próximo da axila.
  • Presença de secreção – pode ocorrer vazamento de líquido ou sangue pelos mamilos.
  • Alteração no formato ou no tamanho das mamas.
  • Aparecimento de vermelhidão, inchaço e coceira.
  • Ferida que não cicatriza e que pode causar mau cheiro.

A mamografia é o exame de rastreio indicado para mulheres entre 50 e 69 anos. Ele deve ser realizado a cada dois anos e anualmente em casos especiais. Mulheres com fatores de riscos, como histórico familiar, são orientadas a iniciar a rotina de mamografia mais jovens.

Se detectado ainda no estágio inicial, as chances de cura do câncer de mama são em torno de 88,3%, segundo o INCA. Daí a importância da rotina de autoexame e da realização de exames de rastreio.

Cuidados com o corpo

O bom funcionamento de todo nosso corpo depende do aporte adequado de nutrientes. Uma má alimentação facilita o desenvolvimento de doenças como a obesidade e o diabetes.

Essas doenças são fatores de risco preocupantes para a mulher, pois elevam o risco de doenças infeccionas como a candidíase, e outras doenças mais sérias como o câncer de mama.

Hábitos saudáveis são a melhor forma de manter a saúde e o bem-estar do corpo e da mente. Para mudar seu estilo de vida e prevenir doenças como a diabetes e a obesidade você pode seguir as seguintes recomendações:

  • Pratique atividade física, pelo menos 30 minutos por dia;
  • Faça uma reeducação alimentar;
  • Diminua o consumo de álcool;
  • Não fume;
  • Beba pelo menos 2 litros de água por dia.

Saúde Mental

Atingir um estado genuíno de bem-estar emocional não é uma tarefa fácil, mas é possível. A mulher sofre uma pressão emocional muito grande, marcada por fatores psicológicos, sociais, culturais, econômicos e ambientais.

Além das variantes hormonais, que causam alterações emocionais nas mulheres, elas ainda enfrentam uma luta constante na sociedade por espaço, valorização, além de estarem mais vulneráveis à violência doméstica, física e sexual.

O esgotamento físico e emocional pode desencadear diversas alterações fisiológicas que podem provocar diversas doenças. As mulheres são mais suscetíveis a quadros de depressão, ansiedade e transtornos alimentares.

Para te ajudar a adquirir uma mente serena, tranquila e saudável separamos as seguintes dicas:

  • Realize atividade física – os hormônios secretados durante a após os exercícios físicos dão a sensação de prazer e felicidade. Além de fortalecer os músculos você ainda cuida da mente.
  • Pratique yoga ou meditação – essas atividades reduzem o estresse, melhoram a respiração, fortalecem e alongam os músculos. Proporcionam bem-estar e deixam a mente relaxada, podendo ajudar inclusive em casos de insônia.
  • Divirta-se – procure se divertir durante suas atividades diárias. Ouça sua música preferida, dance, cante, brinque, gargalhe. Exercite sua visão para ver sempre o lado positivo das coisas e tenha esperança sempre!
  • Utilizar aromaterapia – alguns óleos essenciais tem propriedades relaxantes,  aliviando a ansiedade, diminuindo o estresse e melhorando a qualidade do sono.

Saúde na menopausa

Na menopausa ocorre a transição hormonal no organismo, e aumentam as chances do surgimento e agravamento de algumas doenças. Por isso, é uma fase da vida da mulher que merece uma atenção especial.

Durante a menopausa a mulher pode sofrer com insônia, calor excessivo, redução da libido, secura e ressecamento vaginal. O uso de suplementos naturais pode auxiliar no controle desses sintomas.

O Yam Mexicano é uma planta que pode ajudar no alívio dos sintomas da menopausa, por se assemelhar estruturalmente à progesterona. A Amora é uma planta consagrada no alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual e da menopausa.

O Red Clover é uma planta que contém altas concentrações de isoflavonas, sendo indicada no tratamento dos sintomas da menopausa, como ondas de calor e sudorese excessiva. O Black Cohosh, também é um fitoterápico eficaz para aliviar os distúrbios da menopausa. Seu uso alivia a ansiedade, os calores, a atrofia e o ressecamento vaginal.

Em alguns casos é importante fazer uma reposição hormonal, por isso, procure seu médico e faça um acompanhamento profissional.

Não é fácil passar por todas as mudanças que a menopausa traz, mas com a suplementação correta e com acompanhamento médico é possível aliviar os sintomas da menopausa e melhorar sua qualidade de vida.

A mulher, em toda sua plenitude e complexidade, merece cuidados especiais durante todas as fases de sua vida. Que esse outubro estimule todas as mulheres a cuidarem com mais carinho do seu corpo e da sua mente!

Gostou do post? Então deixa aqui sua curtida e compartilhe esse texto com uma mulher que você adimira. Fique à vontade para nos deixar um comentário, uma dúvida ou uma sugestão! É sempre um grande prazer conversar com você!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: