Como Aliviar os Sintomas da Menopausa

Com o passar dos anos, o corpo da mulher passa por diversas mudanças externas e internas. Por volta dos 50 anos de idade, a produção de hormônios femininos diminui significativamente.

Durante essa fase, é comum apresentar sintomas da menopausa, como ondas de calor, suor noturno, menstruação irregular, insônia, redução da libido e alteração de humor, que são motivos de desconforto e estresse para a maioria das mulheres. Entretanto, existem algumas formas de aliviar os sintomas da menopausa. Quer saber mais? Então continue a leitura!

O que é menopausa

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), a menopausa é um estágio na vida da mulher, que ocorre aproximadamente entre os 45 e 55 anos de idade, onde ocorre a parada do ciclo menstrual.

Nesse período, os ovários entram em falência e deixam de fabricar o principal hormônio feminino, chamado estrógeno. Trata-se de um diagnóstico retrospectivo, ou seja, uma mulher está em menopausa após 1 ano sem menstruar.

Neste período ocorre a transição hormonal no organismo, e aumentam as chances do surgimento e agravamento de algumas doenças. O processo corresponde ao período de transição entre a fase reprodutiva e a fase não reprodutiva da vida da mulher, que pode ser dividido em:

  • Perimenopausa ou climatério: período que antecede a menopausa, com diminuição da fertilidade em mulheres, estima-se que a probabilidade de ovulação a cada novo ciclo seja 50% menor, mesmo com ciclos menstruais regulares ou com padrão menstrual similar ao ocorrido durante a vida reprodutiva.
  • Primeira fase: ciclo menstrual regular, entretanto, é possível notar com maior frequência alguns sintomas em sua forma mais branda. É comum notar fluxo menstrual mais intenso, inchaço corporal e ganho de peso e dores de cabeça.
  • Segunda fase: ciclos menstruais com e sem ovulação. O fluxo permanece intenso, as cólicas e os sintomas da menopausa podem se intensificar.
  • Terceira fase: irregularidade nos ciclos menstruais. Aumento dos sintomas de calor excessivo e variações no humor.
  • Quarta fase: aumento do o fluxo e do período do ciclo menstrual. Aumento do sintoma de calor excessivos.
  • Quinta fase: etapa final do processo marcada pela última menstruação e em alguns casos, os sintomas podem ser amenizados. Diminuem também as cólicas menstruais, que se manifestam esporadicamente, independente da menstruação.

Principais sintomas da menopausa

Além da alteração no ciclo menstrual, que é prolongado gradativamente até que não ocorra novamente, existem outras formas de notar a chegada da menopausa, como:

  • Aumento da sensação de calor, principalmente durante a noite;
  • Insônia;
  • Depressão leve;
  • Redução da atenção e da memória;
  • Secura ou ressecamento vaginal;
  • Redução da libido;
  • Incontinência urinária;
  • Cabelos e unhas mais finos e quebradiços;
  • Aumento do risco cardiovascular;
  • Perda de massa óssea (osteoporose);
  • Sudorese;
  • Alterações na distribuição da gordura corporal.

Existem também alguns casos de menopausa assintomática. Nesse segundo quadro, por não haver desconforto, algumas mulheres não realizam os tratamentos usuais, fazendo com que doenças comuns a menopausa se agravem, como osteoporose e doenças cardíacas. Por esse motivo se faz importante o acompanhamento ginecológico periódico e com maior frequência a partir dos 40 anos.

Reposição Hormonal

Na menopausa existe uma significativa redução dos hormônios essenciais para manter a qualidade de vida das mulheres e na maioria dos casos recomenda-se a terapia de reposição hormonal (THM). Em mulheres que não possuem útero, repõe-se apenas o estrógeno. Nas mulheres com útero, é necessária também a reposição da progesterona.

Conheça agora os principais hormônios femininos que reduzem na menopausa e como encontrar fontes de reposição nos alimentos:

Estrogênio

Um hormônio de fundamental importância para o bom funcionamento do corpo é o estrogênio. Sua carência é responsável pelos principais sintomas da menopausa: as ondas de calor, irritabilidade e depressão. Ele ainda resulta no acúmulo de gordura localizada na região do abdômen.

Por atuar na fixação de cálcio nos ossos, sua falta pode levar a doenças como a osteoporose. O estrogênio também age no equilíbrio do LDL (colesterol ruim) e HDL (colesterol bom) no sangue, aumentando o risco de doenças cardiovasculares em mulheres durante o período da menopausa. O Estrogênio pode ser encontrado em alimentos como:

  • Soja;
  • Milho;
  • Ervilha;
  • Feijão;
  • Maçã,
  • Inhame;
  • Brócolis;
  • Cenoura;
  • Aveia.

Progesterona

A progesterona é o hormônio responsável por preparar o organismo para a gravidez e amamentação, e é capaz de atuar sobre o estado físico e emocional. Uma vez que o organismo cessa a produção desse hormônio, o estrogênio passa a atuar em excesso, levando à retenção de líquidos e, consequentemente, ao aumento no peso.

Fica evidente, portanto, a necessidade de repor a progesterona no organismo de maneira equilibrada. Alguns alimentos que auxiliam na produção hormônio são:

  • Castanha;
  • Salmão;
  • Banana;
  • Espinafre;
  • Batata;
  • Acerola;
  • Morango;
  • Brócolis.

Podem realizar a terapia de reposição hormonal as mulheres que estão sofrendo com os sintomas da menopausa e aquelas que não possuem fatores de risco. A THM é contraindicada para mulheres com histórico de:

  • Câncer de mama e de endométrio;
  • Tromboembolismo;
  • Hepatopatias agudas;
  • Sangramento uterino (hemorragia genital) sem causa identificada.

Dicas para aliviar os sintomas da menopausa

Algumas práticas simples e fáceis podem aliviar os sintomas da menopausa, dentre elas podemos destacar:

  • Praticar exercícios físicos diariamente;
  • Tomar bastante água;
  • Ter uma boa noite de sono;
  • Evitar alimentos ricos em gordura e sal;
  • Não fumar;
  • Diminuir a ingestão de alimentos picantes;
  • Praticar atividades relaxantes, como o yoga e meditação.

Suplementos alimentares na menopausa

Dependendo das taxas de diminuição hormonal no período da menopausa, pode ser que apenas a alimentação não seja o suficiente para estabilizar o organismo e melhorar a qualidade de vida da mulher na menopausa. Nesses casos, o uso de suplementos naturais pode auxiliar.

O Yam Mexicano, ou inhame selvagem, é uma trepadeira cujas raízes podem ajudar no alívio dos sintomas da menopausa, por se assemelhar estruturalmente à progesterona. Esse alimento combate a osteoporose e reduz a retenção de líquidos. Ele pode ser encontrado na forma de cápsulas em Farmácias de Manipulação.

A Amora é uma fruta de origem asiática, popularmente consagrada no alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual e da menopausa. Além disso, auxilia no controle do colesterol e possui ação antioxidante, atuando na redução do risco de doenças relacionadas ao estresse oxidativo.

A Isoflavona possui substâncias fitoestrógenas naturais extraídas da soja. Apresenta ação antioxidante, estimula o sistema imune e controla os níveis de estrogênio circulante. É utilizada para aliviar os sintomas da TPM e da menopausa, além de auxiliar na prevenção da osteoporose e de doenças cardiovasculares. 

O Óleo de Prímula é extraído das sementes da planta Oenothera biennisrico, rico em ácido graxo como o GLA (ácido gama linolênico) e o Ômega 6 (ácido linoleico). Seu uso é conhecido por aliviar os sintomas da TPM e da menopousa, além de contribuir para melhorar a hidratação, elasticidade e firmeza da pele.

O Red Clover ou trevo vermelho, é uma planta que contém altas concentrações de isoflavonas, sendo indicada no tratamento dos sintomas da menopausa, como ondas de calor e sudorese excessiva. Ele também contribui para o fortalecimento de ossos, o que reduz as chances de desenvolver osteoporose.

O Black Cohosh, também conhecido como Cimicifuga racemosa, é considerado um fitoterápico com eficácia nos distúrbios da menopausa. Seu uso alivia a ansiedade, os calores, a atrofia e o ressecamento vaginal.

Antes de fazer o uso de suplementos alimentares, consulte um médico especializado para saber qual a dosagem correta e como equilibrá-la de acordo com sua dieta. Sempre que for ingerir suplementos voltados para a regularização hormonal, lembre-se de tomar bastante água.

Não é fácil passar por todas as mudanças que a menopausa traz, mas com a suplementação correta e com o acompanhamento de um profissional de confiança é possível aliviar os sintomas da menopausa e melhorar sua qualidade de vida.

Conheça também como criar hábitos para um envelhecimento saudável. Pronta para tomar providências e aliviar os sintomas da menopausa? Deixe seu comentário e compartilhe esse post com alguma amiga que também está passando por esse período.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: