Dicas para Melhorar a Saúde Sexual

A saúde sexual está relacionada com a qualidade de vida das pessoas. Não se trata apenas de relacionamento amoroso, mas de bem-estar físico e emocional. Homens e as mulheres podem apresentar algumas disfunções que dificultam o relacionamento sexual.

A insegurança, o medo, os aspectos hormonais, anatômicos e até mesmo quadros clínicos mais graves podem ser causas do problema. Existem alguns cuidados que podem ser eficazes na prevenção e no tratamento de algumas disfunções sexuais como a perda da libido e a impotência.

Confira, a seguir, alguns cuidados importantes para melhorar sua saúde sexual.

Saúde sexual

Os direitos sexuais, reprodutivos e a saúde sexual são assuntos importantes e presentes nas políticas governamentais. A exemplo disso, temos o Caderno de Atenção Básica – Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva, que aborda o valor da saúde sexual para a promoção da qualidade de vida e do bem-estar das pessoas e mostra a importância da capacitação das equipes médicas da Atenção Básica à Saúde da Família para o cuidado da saúde sexual e reprodutiva da população.

O Ministério da Saúde tem políticas com princípios e diretrizes voltadas especificamente para o cuidado da saúde sexual da Mulher e do Homem, valorizando o papel de cada um no estabelecimento de relações sexuais saudáveis.

A sexualidade é uma parte importantíssima na vida das pessoas e envolve muito mais do que a reprodução em si. Ela envolve fatores:

  • Biológicos;
  • Químicos;
  • Psíquicos;
  • Sociais;
  • Históricos;
  • Culturais.

É a base dos envolvimentos amorosos e é fundamental para uma relação saudável e prazerosa em todos os aspectos.

Disfunções sexuais

A disfunção sexual é qualquer problema, biológico ou ambiental, que comprometa qualquer fase da atividade sexual dos homens e das mulheres.

As causas podem ser psicológicas ou físicas, e interferem no ato sexual, na relação com o companheiro e até mesmo na autoestima. Em alguns casos, essas disfunções podem até impedir a geração de filhos, o que pode causar frustrações e desenvolver quadros de depressão, estresse e ansiedade.

A disfunção sexual pode ter relação com os seguintes fatores:

  • Psicológicos – estão relacionados com a forma de lidar com sua própria sexualidade. Passa por crenças e costumes, baixa autoestima, não aceitação do próprio corpo ou de sua orientação sexual. Dificuldades de se relacionar, de se comunicar e de expressar sentimentos também são fatores psicológicos que podem desencadear disfunções sexuais.
  • Traumas – marcas físicas e emocionais podem desencadear disfunções sexuais e impedir relações prazerosas e saudáveis.
  • Doenças pré-existentes – a depressão, as doenças cardiovasculares, a obesidade e o diabetes são exemplos de doenças que interferem nos processos bioquímicos, hormonais e circulatórios, prejudicando muito a saúde sexual.
  • Efeitos colaterais de medicamentos – alguns medicamentos, como anti-hipertensivos, podem trazer efeitos negativos na atividade sexual. Anabolizantes, bebidas alcoólicas, cigarros, entre outras substâncias toxicas, também podem causar alguma disfunção sexual.

O tratamento de qualquer disfunção sexual começa com a educação. O autoconhecimento sobre a anatomia e o funcionamento do corpo é sempre o primeiro passo.

A falta de libido e qualquer dificuldade nos relacionamentos sexuais devem sempre ser reportados ao seu médico. Uso de medicamentos específicos, reposição hormonal, tratamento psicológico e cirúrgico são algumas das terapias possíveis, que são indicadas de forma direcionada para cada caso em particular.

Perda da libido

Homens e mulheres podem sofrer de falta de libido. Vale ressaltar que quando o assunto é libido, estamos falando de apetite sexual. Em alguns casos a pessoa possui o interesse em fazer sexo, mas tem dificuldade para chegar ao orgasmo. Portanto, é importante diferenciar a falta de desejo sexual da dificuldade em ter prazer.

A diminuição do interesse sexual está relacionada, principalmente, com fatores hormonais e emocionais. A testosterona é um importante hormônio envolvido na regulação do interesse sexual, tanto nas mulheres quanto nos homens, e manter seus níveis equilibrados é fundamental.

Existem alguns produtos naturais que podem ajudar na regulação dos níveis de testosterona. O Libido Total é uma fórmula inovadora que contribui para a melhora da libido de homens e mulheres. Ele combina extratos de diversas plantas, como Maca Peruana, Epimedium, Mucuna, Tribulus terrestris e Feno Grego que auxiliam na recuperação da libido de forma natural.

Outros fatores que podem interferir na libido são:

  • Ansiedade;
  • Preocupação;
  • Cansaço;
  • Estresse;
  • Uso de medicamentos, drogas ou álcool;
  • Menopausa;
  • Problemas no relacionamento com o parceiro.

Saúde sexual da mulher

A saúde sexual da mulher deve iniciar na juventude. Manter uma alimentação saudável e praticar atividade física são fundamentais. Tais hábitos previnem a obesidade, por exemplo, que interfere na produção de hormônios, além de afetar a autoestima da mulher, fatores diretamente relacionados à sexualidade.

Com passar dos anos, o corpo da mulher sofre alterações hormonais que interferem na sua saúde sexual. A redução nos níveis do estrogênio é vista como a vilã responsável pelos sintomas da menopausa. Porém ele não é o único, os níveis de testosterona também caem.

A queda na produção desses hormônios provoca redução da libido, secura e estreitamento vaginal, que causa queimação e dor durante o coito. Dentre as disfunções que podem acometer as mulheres podemos destacar:

  • Vaginismo – nada mais é do que a contração involuntária da musculatura vaginal. Acontece quando há uma tentativa de penetração, ou, até mesmo, quando há apenas a intenção ou a eminência de que ocorra. A penetração, nesses casos, pode ser muito dolorosa ou mesmo impossível. Vaginismo tem tratamento e sua causa é psicológica na maioria das vezes.
  • Dispareunia – é a dor durante a relação sexual. Pode ocorrer durante, antes ou depois do ato. Pode ser causada por processos infecciosos ou por alterações fisiológicas naturais, como a perda da elasticidade da vagina e a diminuição da capacidade de lubrificação, que ocorrem naturalmente com o avanço da idade.

Mulheres na menopausa geralmente apresentam queixa de dispareunia. Alguns exemplos de terapias para o tratamento de dispareunia são a reposição hormonal e o uso de lubrificantes locais.

Saúde sexual do homem

A principal disfunção masculina é a disfunção erétil, e esse é um assunto muito delicado para os homens. A impotência sexual pode levar o homem a quadros de depressão, ansiedade, baixa autoestima e dificuldades de relacionamento.

A disfunção erétil pode ser desencadeada por alguns fatores:

  • Doenças pré-existente – doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade, alcoolismo e tabagismo são fatores de risco para a impotência sexual.
  • Fatores psicológicos – o emocional está intimamente ligado ao desempenho sexual. Depressão, ansiedade e estresse podem prejudicar a ereção.
  • Ansiedade de performance – é o nome que se dá para o medo que o homem tem de falhar na hora “h”, principalmente nas relações casuais. A necessidade de se provar sempre “macho” e viril coloca uma pressão muito grande sobre os homens, que se sentem envergonhados e emasculados sempre que falham durante o ato sexual.

 Hábitos saudáveis

Uma vida saudável contribuiu para nosso organismo como um todo e isso inclui a saúde sexual. Hábitos como uma boa alimentação, prática de atividade física e visita periódica ao médico não devem faltar na sua rotina.

Alimentação equilibrada

Uma alimentação equilibrada favorece a manutenção dos níveis hormonais e de todas as substâncias envolvidas na regulação do desejo sexual. Com a alimentação conseguimos o aporte necessário de nutrientes para oferecer ao corpo energia e vigor suficientes para um bom desempenho sexual.

Inclua na sua dieta alimentos que estimulam a libido. Veja alguns exemplos:

  • Pimenta – estimula a circulação sanguínea e aumentando a frequência cardíaca;
  • Gengibre – ajuda na prolongação da função erétil pois age com um vasodilatador, aumentando a sensibilidade da área genital;
  • Canela – estimula a circulação sanguínea e o sistema respiratório;
  • Oleaginosas – castanhas, nozes e amêndoas são ricas em zinco e selênio, minerais que estimulam a produção de hormônios ligados à sexualidade, como estradiol e testosterona;
  • Noz-moscada – provoca vasodilatação e estimula a libido.

Mas cuidado com o exagero! Esses alimentos apenas ajudam no bom desempenho sexual, mas não têm função medicinal com resposta específica. O consumo em excesso pode prejudicar a saúde.

Inicie uma reeducação alimentar seguindo as dicas que separamos para você no post 5 passos para uma reeducação alimentar.

Atividade física

A atividade física traz grandes benefícios para o corpo. Melhora a circulação, o condicionamento físico, dá força e disposição. Durante os exercícios físicos, o organismo produz neurotransmissores importantes para a sensação de prazer, além de melhorar o humor e o bem-estar geral.

Confira nosso post alimentos para melhorar o desempenho físico e associe uma boa alimentação à prática de atividade física pra melhorar sua saúde e sua libido.

Acompanhamento médico

O acompanhamento médico é importante para avaliar como está nossa saúde, e caso seja detectado algum desequilíbrio hormonal, por exemplo, o tratamento precoce pode garantir uma melhor recuperação e evitar outros danos futuros.

Existem diversas terapias para o tratamento de disfunções sexuais. Para garantir um bom resultado e o bem-estar do paciente é importante avaliar os efeitos positivos e colaterais. Portanto, o acompanhamento médico é fundamental.

Pare de fumar

Além dos conhecidos problemas respiratórios, o fumo pode causar impotência sexual ao longo do tempo. Por isso, se você fuma, é muito importante que pare com esse hábito.

Isso vale para a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas também. Além de não fazer bem para a disposição sexual, pode desencadear muitas outras complicações.

Durma bem

Se você quer melhorar a sua vida sexual é essencial uma noite de sono de qualidade. Dormir bem revigora as energias, descansa o corpo e a mente. É durante o sono que o corpo libera sustâncias e hormônios importantíssimo para a saúde sexual. Para melhorar a qualidade do sono você pode tomar as seguintes ações:

  • Prefira atividades relaxantes antes de dormir;
  • Apague todas as luzes e eletroeletrônicos, deixe o ambiente bem escuro e silencioso;
  • Não faça refeições pesadas antes de dormir;
  • Estabeleça uma rotina e procure dormir sempre no mesmo horário.

Reunimos alguns hábitos saudáveis para uma boa noite de sono no post Insônia: 7 hábitos saudáveis para ter uma boa noite de sono. Vale a pena dar uma conferida!

Fitoterápicos Estimulantes

Maca peruana

A Maca Peruana é uma planta medicinal utilizada como afrodisíaca, tanto para homens como para mulheres. Seu uso auxilia na libido, no desejo sexual, na energia, no vigor e na sensação de bem-estar geral. Além disso, melhora a anemia, a fertilidade, a perda da memória, os sintomas da menopausa e a síndrome da fadiga crônica.

Epimedium

É utilizado como um potencializador da libido tanto em homens quanto em mulheres. Melhora a função erétil e alivia os desconfortos da menopausa.

O Epimedium aumenta os níveis de óxido nítrico, que relaxa os músculos e melhora o fluxo sanguíneo na região genital, além de estimular os nervos sensitivos e restaurar o desejo sexual.

Mucuna

A Mucuna é uma planta conhecida pelas suas propriedades estimulantes e afrodisíacas. Ela reduz os níveis de glicose e de colesterol no sangue, estimula a memória, melhora a coordenação motora e aumenta a força muscular.

Tribullus terrestris

O Tribullus terrestis é muito usada como estimulante, que pode aumentar a vitalidade em homens e mulheres. Pode melhorar o humor, a disfunção erétil, estimular a libido e reduzir os sintomas da menopausa.

É uma planta que tem como função equilibrar os níveis de testosterona, evitando a impotência sexual. Nos homens, o Tribullus aumenta a libido, a frequência e a força das ereções, recuperando a atividade sexual. Nas mulheres, provoca vasodilatação na região genital, aumentando o desejo e diminuindo os sintomas da frigidez e da menopausa.

Feno grego

Com o avanço da idade, os níveis de testosterona do corpo diminuem naturalmente, o que pode resultar na diminuição do desejo sexual e na perda de tônus muscular.

O Feno Grego aumenta o desempenho físico e a vitalidade, melhora a libido, favorece o ganho de massa e a resistência física. É um grande aliado das mulheres no tratamento da menopausa.

Turkesterone®

O Turkesterone® favorece o aumento da força e do desempenho físico, além de melhorar a função cardíaca e promover ganho de massa magra. É uma boa opção para quem deseja equilibrar os níveis de testosterona, sem efeitos colaterais.

Bem-estar sexual

A saúde sexual é um estado de bem-estar físico, emocional e social, em que homens e mulheres desfrutam de sua sexualidade de forma plena, sem riscos de infecções sexualmente transmissíveis ou gestações indesejadas, sem violência e ou qualquer forma de discriminação.

Saúde sexual é a valorização da vida e das relações pessoais, é o exercício do direito de prazer, respeito, identidade e felicidade.

Não deixe esse assunto ser um tabu. Siga nossas dicas de cuidados com a sua saúde, dando atenção para seu corpo, sua mente e sua sexualidade!

Gostou do post? Deixe seu comentário e vamos conversar! Conte com a gente sempre para tirar qualquer dúvida.

Conheça a BS Pharma!

A BS Pharma é uma farmácia de manipulação que está há quase 30 anos no mercado farmacêutico, prestando um serviço com a qualidade e a segurança que nossos clientes merecem e precisam.

Possuímos um processo produtivo inovador e uma equipe altamente qualificada que permite a manipulação de fórmulas em 2 horas*.

Seguimos em frente com nossa missão: oferecer soluções em longevidade e bem-estar à sociedade através de serviços inovadores com excelência e agilidade.

Conheça nosso site, visite nossa loja, venha viver mais e melhor com a gente!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: