10 Dicas para Cuidar da Saúde no Inverno

Durante o inverno nosso corpo fica mais suscetível a contrair doenças que atingem o trato respiratório, como gripes, resfriados, sinusite e bronquite. Pensando nisso, listamos 10 dicas para cuidar da saúde no inverno.

Como cuidar da saúde no inverno

Durante o inverno, o frio excessivo contribui para que as pessoas procurem ficar em locais fechados e sem ventilação, facilitando assim, a contaminação e a disseminação de doenças respiratórias.

Além disso, esse é um período do ano com menor incidência de chuvas. O tempo seco favorece o aumento da poluição e deixa nossas vias aéreas mais susceptíveis a agentes nocivos. Portanto é preciso ficar atento e cuidar da saúde!

1. Limpe a casa

Esqueça a vassoura na hora de limpar a casa, pois o ato de varrer o piso levanta a poeira acumulada. Limpe tudo com um pano úmido e se possível, sem produtos químicos, para diminuir a chance de surgirem reações alérgicas. Lembre-se que muitas alergias são intensificadas com a inalação de poeira, o que é ainda mais complicado no inverno, quando as vias respiratórias estão mais ressecadas e sensíveis.

É importante também estar atento para a manutenção correta da caixa d’água e do ar condicionado, inclusive o do carro. É a partir da falta de limpeza que doenças se proliferam nestes locais e podem afetar muitas pessoas.

2. Abra as janelas

Quando o clima está mais frio, é comum fechar as janelas para impedir a ventilação da casa, embora isso nem sempre seja bom. Para evitar que doenças respiratórias sejam espalhadas dentro de ambientes com uma concentração grande de pessoas, é necessário que o ar seja renovado.

Por isso, para cuidar da saúde no inverno, abra a janela e deixe o ar circular em casa, nos transportes coletivos e nos ambientes corporativos, mesmo que por apenas algumas horas por dia.

3. Cuidado com roupas e cobertores

Com a chegada do frio, as pessoas costumam retirar os casacos do fundo do armário. O problema está em usar a peça logo em seguida. Como ela ficou muito tempo guardada, é possível que esteja contaminada por ácaros e até mesmo de fungos. Por isso, é muito importante que você lave as peças que ficaram esquecidas no seu guarda-roupa, antes de utilizá-las.

Assim como os casacos, os cobertores também estão guardados há muito tempo lá no fundo do armário, não é? Quando o frio estiver se aproximando, lave seus cobertores. Dessa forma, eles já estarão prontos para serem utilizados quando o inverno chegar. E lembre-se de lavar com frequência os cobertores em uso.

Outra dica é utilizar sacos de armazenamento à vácuo para guardar roupas de inverno e cobertores. Esses sacos possuem fechamento hermético e podem ser encontrados em lojas especializadas em material para organização. Após colocar as roupas no saco, é só fechar e retirar o ar com o auxílio de um aspirador de pó. Além das roupas ficarem protegidas de ácaros e fungos, ocupam menos espaço no guarda roupa.

4. Fique de olho na umidade

De acordo com a Ministério da Saúde, é recomendado que os níveis de umidade relativa do ar permaneçam entre 50% e 80% para que a saúde das pessoas não seja comprometida. 

Dias mais secos favorecem o aparecimento de sintomas alérgicos. Quando o percentual de umidade está abaixo desse nível, é recomendado utilizar um umidificador no ambiente, colocar bacias de água no quarto ou uma toalha molhada na cabeceira da cama na hora de dormir.

5. Alérgicos precisam de cuidados especiais

Quem sofre com alergias ou rinite sabe muito bem a importância de cuidar da saúde no inverno. Nesse período é preciso ter ainda mais cuidado para que os sintomas não sejam agravados.

Com a umidade do ar mais baixa, os movimentos ciliares nasais, responsáveis por eliminar poeiras e microrganismos, reduzem sua atividade. Associando este fator ao acúmulo de partículas no ar, o desenvolvimento de alergias e rinites é favorecido.

O ideal é evitar roupas de lã ou tricô, e optar por aquelas de algodão. Também é indicado que pessoas alérgicas preferiram o edredom ao cobertor comum. Dessa forma, o acúmulo de partículas será menor.

6. Soro fisiológico

Com o tempo seco, é comum sentir irritação nos olhos e nas vias nasais. Uma boa opção é utilizar soro fisiológico e colírio lubrificante, que pode ser facilmente encontrada em farmácias.

Aplique o soro fisiológico no nariz e o colírio lubrificante nos olhos a cada 2 horas para mantê-los hidratados. Mas atenção com a validade, que geralmente é menor após a abertura do frasco.

Caso note alguma alteração como coceira ou vermelhidão nos olhos, procure um médico, já que outra doença muito comum no inverno é a conjuntivite. Ele irá avaliar seu caso e determinar o procedimento mais adequado.

7. Beba água

O organismo deve estar bem hidratado para que desempenhe bem as suas funções e seja capaz de combater as doenças de inverno. Um corpo desidratado pode resultar em um sistema imunológico enfraquecido, o que facilita o aparecimento de doenças.

Por isso, beba bastante água, mesmo nos dias mais frios, quando a tendência é diminuir o consumo. A ingestão regular de água deve se tornar um hábito indispensável! A recomendação é que sejam ingeridos no mínimo 2 litros de água por dia. 

8. Lave as mãos

Com poeiras, vírus e bactérias circulando em todo o canto, manter as mãos limpas é essencial para cuidar da saúde no inverno. Lave sempre as mãos e dê preferência para sabonetes hidratantes ou glicerinados, para não agredir a pele. Uma dica é ter sempre por perto álcool 70% em gel e um bom hidratante para as mãos.

9. Fuja do cigarro

O ato de fumar é responsável pelo desenvolvimento e pela perpetuação do processo inflamatório das vias aéreas. Tais inflamações desencadeiam uma série de doenças, como a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e as neoplasias pulmonares, além enfraquecer o sistema respiratório e agravar a evolução da asma. Por isso, fique longe do cigarro e preze pela sua saúde.

10. Fortaleça seu sistema imunológico

A Vitamina C é um dos melhores nutrientes para fortalecer a imunidade. Ela é um poderoso antioxidante que protege as nossas células contra os danos provocados pelos radicais livres, tem propriedade anti-inflamatória e estimula a produção de anticorpos. A Vitamina C pode ser encontrada pura ou associada a outras vitaminas e minerais, como o Zinco, que aumentam ainda mais os seus benefícios.

Os Bio-MAMPs® são fragmentos ativos obtidos de cepas probióticas com elevadas concentrações que atuam na imunidade e na redução da inflamação do organismo. Além disso, a Equinácea (Echinacea purpurea) é uma planta que fortalece o sistema imune e protege contra gripes e resfriados.

Viu como é fácil se proteger das doenças do frio? Comece hoje mesmo a cuidar da saúde no inverno! Aproveite e compartilhe esse post com seus amigos e familiares. Qualquer dúvida é só deixar seu comentário aqui embaixo que teremos prazer em te responder.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: