Como Clarear Manchas na Pele de Forma Segura e Eficaz

Muita gente sofre com olheiras, manchas no rosto ou no corpo e estão sempre em busca de produtos e tratamentos para clarear e uniformizar o tom da pele. A boa notícia é que existem produtos seguros e eficazes para clarear manchas na pele.

Neste post vamos falar sobre os diferentes tipos de manchas, suas possíveis causas, como evitá-las e quais os melhores produtos para clarear a pele de forma segura e eficaz.

Causas de Manchas na Pele

A melanina é a proteína responsável por dar cor a nossa pele, o que chamamos de pigmentação constitutiva. Essa pigmentação é herdada geneticamente e não sofre interferência nenhuma da radiação solar. É nossa cor natural.

Além da função de “colorir” nossa pele, a melanina também protege o DNA das nossas células dos efeitos danosos da radiação solar. Por isso ficamos bronzeados quando expostos ao sol. É um fenômeno temporário, e a nossa cor volta à natural quando essa exposição cessa.

A melanina produzida durante a exposição solar é a melanina facultativa. Sua produção é induzida pela raios ultravioletas e tem o objetivo de proteger a pele. Apesar de o sol ser importante para nossa saúde, todo excesso é prejudicial, e os raios solares também podem ser danosos e causar doenças, como por exemplo, o câncer de pele.

As manchas ocorrem pelo excesso de melanina, desencadeado por alterações importantes durante seu processo de produção, que podem ocorrem por diversas razões. As principais causas são:

Processo inflamatório

Nesse processo, a produção de melanina é estimulada, o que gera maior pigmentação na área inflamada. Essa inflamação pode se estabelecer definitivamente na pele e gerar a mancha. Combinado com a exposição ao sol, a cor da mancha pode ser intensificada.

Exposição solar excessiva

É a mais comum e a que merece maior atenção. Os raios UVA e UVB emitidos pelo sol penetram na pele e causam os chamados efeitos agudos da radiação solar: vermelhidão, calor local, bronzeado e manchas.

Mas por terem efeito cumulativo sobre a pele, podem provocar alterações celulares importantes como o fotoenvelhecimento e até mesmo o câncer de pele. Esses são os efeitos crônicos da exposição excessiva e prolongada aos raios ultravioletas.

Tipos de Manchas na Pele

Melasma

O Melasma se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras ou acastanhadas na pele, principalmente no rosto, na região das maçãs, buço e testa. De forma mais rara, pode aparecer nos braços, pescoço e colo.

Apesar de afetar mais as mulheres, o melasma também pode ocorrer em homens. Normalmente, o surgimento do melasma está relacionado a:

  • Fatores hormonais;
  • Predisposição genética;
  • Uso de anticoncepcionais orais;
  • Gravidez.

A exposição à luz ultravioleta e à luz visível intensificam as manchas, pois estimulam ainda mais a formação de melanina.

O Melasma não tem cura, mas existem tratamentos eficientes para melhorar o aspecto das manchas. Confira no nosso post Melasma: o que é e como tratar as principais características, causas e tratamentos.

Sardas

As sardas geralmente aparecem na infância e na adolescência, pela exposição excessiva ao sol. Pessoas ruivas e com a pele mais claras têm maior predisposição para apresentarem sardas.

São manchas geralmente pequenas, de cor castanho-claro, que podem se concentrar no rosto, ou se estenderem para o colo, braços, e restante do corpo.

Melanose solar (senil)

São aquelas manchas marrons que surgem com o envelhecimento, principalmente no dorso das mãos, nos antebraços, no colo e nas costas (regiões mais expostas ao sol).

São notadas em pessoas com mais de 40 anos, e são causadas pela exposição excessiva ao sol durante os anos.

Hiperpigmentação pós-inflamatória

São as manchas que aparecem depois de um processo inflamatório na pele. Podem variar de cor, dependendo do tipo de pele e da exposição ao sol.

Machucados, espinhas, reações alérgicas e queimaduras são alguns exemplos de processos inflamatórios que podem manchar a pele.

Olheiras

As olheiras também podem ser causadas, ou agravadas, por efeitos dos raios solares. A pele ao redor dos olhos é mais delicada do que a pele do restante do rosto.

A exposição prolongada ao sol deixa essa área mais fina e ainda mais sensível, o que contribui para intensificar o escurecimento da região. As olheiras também podem ocorrer devido à dilatação dos vasos ao redor dos olhos, provocada pela falta de sono. Isso torna a região inchada e arroxeada.

Nesses casos, o uso de cremes que contenham substâncias que estimulam a circulação, como a cafeína, podem ajudar. Ela Suaviza o inchaço na região das olheiras graças à sua ação drenante, o que melhora o aspecto de cansaço.

Como evitar as manchas na pele

Para se proteger dos raios solares e evitar as consequências da exposição prolongada ao sol, a A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) apresenta as seguintes recomendações:

  • Evite se expor ao sol entre 11 e 16 horas, que o período de maior intensidade dos raios solares;
  • Utilize óculos de sol com proteção UV para proteger tanto a pele ao seu redor dos olhos quanto a visão;
  • Use roupas que cubram o corpo e proteja a pele da exposição ao sol;
  • Use acessórios como chapéus, bonés, viseiras, sombrinhas, a fim de diminuir o contato dos raios solares com a pele;
  • Passe filtro solar com Fator de Proteção Solar (FPS) de no mínimo 15. Se sua pele é muito sensível, opte por protetores com FPS acima de 30.

Utilize protetor solar específico para cada área do corpo. Existem fórmulas especiais para o corpo, rosto, lábios e cabelo.  É importante estabelecer o hábito de usar protetor solar ainda na infância. Consulte um médico pediatra ou um dermatologista para saber qual a fórmula mais adequada para a idade da criança.

Como tratar as machas de pele

Existem no mercado produtos seguros e eficazes para auxiliar no clareamento de manchas e na uniformização do tom da pele. Vamos falar de alguns ativos, que você encontra facilmente em farmácias de manipulação, e que são seguros e fáceis de usar em casa, na sua rotina de cuidados com a pele.

Vitamina C

A Vitamina C tem grande poder antioxidante, combate os radicais livres, diminui o envelhecimento e previne os danos causados pela radiação solar. Possui ação clareadora, diminuindo a tonalidade de manchas na pele, desde olheiras até melasmas.

Essa vitamina também estimula a síntese de colágeno e elastina, o que melhora a firmeza da pele e reduz as rugas.

Ácido Tranexâmico

O Ácido Tranexâmico previne a pigmentação induzida pelos raios ultravioleta, pois reduz a produção de melanina. É um agente que tem sido largamente estudado como alternativa para o tratamento de manchas na pele, com efeito positivo e satisfatório inclusive no tratamento de melasma. 

Bioblanc®

Bioblanc® é um extrato natural obtido da oliveira e rico em polifenóis, com ação clareadora, antioxidante, anti-inflamatória e antimicrobiana. Contém hidroxitirosol, um despigmentante moderno que age na pele sem causar ardência e irritações. 

Ácido Ferúlico

O Ácido Ferúlico é um ativo que também protege a pele dos efeitos danosos do sol. Através da redução da penetração dos raios UVA e UVB. Assim, ele reduz a vermelhidão e previne o surgimento de manchas. Possui, ainda, atividade antioxidante e anti-inflamatória.

Ácido Kójico

O Ácido Kójico é um clareador de origem natural muito utilizado para o tratamento de manchas na pele. Interfere na síntese de melanina, promovendo clareamento e prevenção de manchas, olheiras e melasmas.

Alfa Arbutin

O Alfa Arbutin é um despigmentante seguro e eficaz que minimiza as manchas já existentes e reduz o grau de bronzeamento da pele após exposição ao sol.

Nicotinamida

A Nicotinamida uma das formas da Vitamina B3, indicada para o tratamento tópico de acne leve a moderada e outras doenças inflamatórias, que podem produzir manchas na pele.

Cisteamina

A Cisteamina é um potente ativo no tratamento de desordens de hiperpigmentação da pele, como por exemplo o melasma. Ela diminui a atividade das enzimas envolvidas na produção de melanina, devolve a luminosidade da pele, deixa seu aspecto mais saudável e bonito.

Alfa Bisabolol

O Alfa Bisabolol é muito indicado no tratamento de manchas pró-inflamatórias. Possui ação anti-inflamatória e cicatrizante, que recupera o tecido e previne o surgimento de manchas na pele.

Ácido Fítico

O Ácido Fítico possui ação inibidora sobre a tirosinase, que é uma das substâncias que participa do processo de formação da melanina, que dá cor escura à pele. Por esse motivo, o uso desse ácido possui ação despigmentante e auxilia a clarear manchas na pele.

Dicas de uso

Produtos que contenham esses ativos, principalmente de forma associada, são excelentes no clareamento de manchas e na manutenção de uma pele saudável e uniforme. Seu uso protege a pele dos efeitos danosos do sol, ao mesmo tempo que agem sobre as manchas já existente, amenizado sua tonalidade.

Caso tenha alguma doença de pele, procure um profissional dermatologista para um tratamento mais profundo e completo. Para obter um resultado satisfatório, siga cuidadosamente a instrução de uso de cada produto.

Quando se faz uso de produtos que contenham agentes clareadores, é importante aplicar sempre protetor solar com FPS 30, no mínimo, lembrando de retocá-lo durante o dia.

Se o produto clareador for de uso noturno, é necessário lavar o rosto ao acordar. Em seguida, aplique o clareador para uso durante o dia e, posteriormente, o protetor solar. Por fim, aplique sua maquiagem preferida e pronto!

Uma pele bem tratada, viçosa e sem manchas eleva nossa autoestima, não é mesmo! Então, comece a cuidar da sua pele já! Cuide da sua pele antes de dormir, depois de acordar, e durante todo o dia. Manter uma rotina de cuidados com a pele traz resultados incríveis na sua beleza, saúde e bem-estar!

Gostou do post? Nos deixe um comentário e nos fale quais produtos você usa para clarear manchas na pele!

Confira também nosso post Hábitos para aumentar a elasticidade da pele e reduzir a flacidez e veja como alguns cuidados simples podem te ajudar a ter uma pele mais bonita.

2 comentários em “Como Clarear Manchas na Pele de Forma Segura e Eficaz

  1. Oi, Juliana! Tudo bem com você? Não é recomendado dormir com o Cysclear Complex no rosto. Existe um protocolo para aplicar esse produto da seguinte maneira:

    Semana 1: Aplicar diariamente, deixar agir por 1 hora e lavar o rosto.
    Semana 2: Aplicar diariamente, deixar agir por 2 horas e lavar o rosto.
    Semana 3 em diante: Aplicar diariamente, deixar agir por 3 horas e lavar o rosto.
    Recomenda-se um tratamento de 4 meses.

    Após este período, é recomendado um tratamento de manutenção:

    Aplicar 2 vezes por semana (sugestão: segunda-feira e quinta-feira), deixar agir por 3 horas e lavar o rosto em seguida.

    Abraço!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: