Você com certeza já ouviu falar dos benefícios de uma alimentação equilibrada, mas de que adianta saber tudo sobre metabolismo e alimentos funcionais se não levar em consideração a importância das Vitaminas para o corpo?

As Vitaminas são compostos orgânicos que, em geral, nosso corpo é incapaz de produzir. Por esse motivo, é necessário fazer o seu consumo diário. Assim, elas atuam em conjunto com algumas enzimas, fazendo o controle das atividades celulares e diversas outras funções no corpo.

Ao todo, precisamos de 13 Vitaminas, que são divididas em dois grupos: as lipossolúveis e as hidrossolúveis. Siga com a leitura e conheça as mais importantes!

Lipossolúveis

As lipossolúveis são aquelas que se dissolvem em lipídeos (gordura) e dependem da presença do suco pancreático e bile para serem absorvidas no intestino. A circulação linfática é a responsável pelo seu transporte.

A falta ou excesso destas vitaminas para o corpo em nosso organismo podem resultar em algumas doenças. Veja mais detalhes sobre cada uma delas:

1. Vitamina A (Retinol)

Conhecida também como retinol ou ácido retinóico (por compor uma substância presente na retina), a Vitamina A atua na produção, crescimento e desenvolvimento das hemoglobinas, que são as células vermelhas do sangue. Seu maior destaque está na atuação da saúde dos olhos. A falta dela pode causar o que se chama “cegueira noturna”, que, se não for tratada, pode lesionar a córnea e cegar.

Além dos olhos, essa Vitamina é muito benéfica no combate à acne, anemia, melhora da imunidade e carcinogênese (formação do câncer). Também evita a periodontite e úlcera na pele.

Para as crianças, a falta dela pode aumentar o risco de infecções, visto que o retinol aumenta o sistema imunológico e a sua ausência dificulta muito o combate a corpos estranhos. Por outro lado, o excesso de Vitamina A também pode causar diversos problemas, como tontura, queda de cabelo, pele seca, dores nos ossos e na articulação, entre outros.

Abaixo, selecionamos alguns alimentos que contêm uma alta concentração de Vitamina A:

  • manga: a fruta madura é muito rica nessa Vitamina;
  • leite: a versão integral é recomendada para absorver melhor a Vitamina A;
  • mamão: essa fruta contém um terço do que é necessário ingerir de Vitamina A por dia;
  • batata-doce: prefira as roxas e amarelas, que contêm uma alta taxa da Vitamina;
  • ovo: é na gema que se encontra a Vitamina e é um dos alimentos mais ricos nela;
  • queijo: opte pelos queijos minas, requeijão e prato para suprir melhor a necessidade de Vitamina A;
  • fígado de boi: importante porque seu consumo é benéfico ao sistema imunológico;
  • brócolis: a Vitamina A encontrada nele também é muito importante para o sistema imunológico;
  • laranja: muitos sabem que essa fruta é rica em Vitamina C, porém, sua composição também tem uma boa quantidade de Vitamina A;
  • cenoura: considerada como uma ótima fonte de Vitamina A, auxilia na redução do risco de câncer e retarda o envelhecimento;
  • abóbora: recomendada para quem está buscando cuidados para a pele;
  • damasco: a Vitamina A da fruta auxilia muito para que ela atue como um poderoso antioxidante;
  • pêssego: essa é a fruta mais rica em Vitamina A e tem função antioxidante;
  • espinafre: uma xícara de espinafre possui a quantidade que uma pessoa precisa da Vitamina por dia.

2. Vitamina D (Calciferol)

A Vitamina D auxilia na absorção do ferro, do cálcio, fortalece a imunidade e ajuda no controle da pressão arterial, protegendo o sistema cardiovascular.  Pode ser encontrada no salmão, sardinha e gema de ovo, mas sua principal fonte são os banhos de sol diários de, em média, 15 minutos.

Esses fatores representam diversos benefícios comprovados que essa Vitamina pode nos fornecer:

  • fortalecimento dos ossos: um dos principais benefícios da Vitamina é a absorção do cálcio pelos ossos. Aqueles que têm deficiência dela absorvem cerca de 30% menos cálcio, mineral que é responsável por fortalecer os dentes e os ossos;
  • gravidez segura: pelo fato de agir no sistema imunológico, sua falta pode levar a abortos no primeiro trimestre. Já no final da gravidez, sua ausência pode causar a pré-eclâmpsia, doença responsável por desenvolver a hipertensão em gestantes. Além disso, a sua falta também pode aumentar as chances da criança apresentar alguma má formação neurológica, visto que a Vitamina é importante para desenvolver o cérebro do bebê;
  • prevenção e controle do diabetes: como o diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, a Vitamina dá ao corpo a capacidade de inibir de maneira seletiva a resposta imunológica que causa a reação contra o próprio organismo. Além disso, a Vitamina é necessária para que o pâncreas produza insulina;
  • fortalecimento muscular: o consumo da Vitamina D pode chegar a diminuir o risco de quedas e fraturas em até 19%, de acordo com pesquisa da Universidade de Zurique, visto que contribui para a estrutura dos músculos, que envolvem e protegem os ossos;
  • proteção do coração: pessoas carentes da Vitamina D têm uma maior probabilidade de desenvolverem doenças cardiovasculares (insuficiência cardíaca, derrame e infarto). Isso porque ela auxilia no controle das contrações do músculo cardíaco, as quais são essenciais para o bombeamento do sangue para o corpo.

Além desses, existem ainda diversos benefícios que, embora ainda não tenham sido comprovados, os médicos acreditam que vêm da Vitamina D, como o tratamento de doenças autoimunes, prevenção e ajuda no tratamento do câncer, prevenção de gripe e resfriado, dentre outras.

Já o excesso de Vitamina D também pode causar a elevação da concentração de cálcio no sangue, o que acarreta a calcificação de tecidos e a consequente perda das funções de órgãos, como os rins.

Contudo, o excesso se dá apenas pelo uso exagerado de suplementos, haja vista que os alimentos contêm baixas taxas de Vitamina D e, ao tomar sol, a obtenção dela é regulada pela pele.

Vitamina D

3. Vitamina E (Tocoferol)

A Vitamina E atua na proteção do organismo contra oxidações e radicais livres, melhora a circulação sanguínea, previne doenças cardiovasculares e auxilia no processo de regeneração dos tecidos do corpo. Outro ponto importante é que ela atua prevenindo o câncer de próstata.

A notícia boa é que dificilmente as pessoas têm deficiência dessa Vitamina. Normalmente, ocorre em casos hereditários ou por doenças adquiridas que podem prejudicar a capacidade do corpo de absorver a Vitamina como, por exemplo, em casos de síndrome do intestino curto, fibrose cística, obstrução do ducto biliar ou casos de modificações genéticas em que o corpo tem dificuldade de absorver eficazmente a gordura dos alimentos.

A falta da Vitamina E pode ser constatada por sintomas como: problemas de vista, tremores, dificuldades ao andar, alterações do sistema imunológico e dormência. Em termos de doenças, esses sintomas podem significar uma degeneração neuronal, anemia hemolítica (quando não há glóbulos vermelhos suficientes no corpo), doenças derivadas de alterações no fígado, dentre outras.

Por outro lado, é importante tomar cuidado com o seu consumo elevado, que pode reduzir a absorção das Vitaminas A e K. A Vitamina E pode ser encontrada nos seguintes alimentos:

  • castanhas;
  • óleo de gérmen de trigo;
  • semente de girassol seca e torrada;
  • óleo de girassol;
  • óleo de cártamo;
  • avelã seca e torrada;
  • amêndoas;
  • amendoins;
  • óleos vegetais;
  • nozes;
  • couve;
  • agrião;
  • espinafre;
  • alface.

4. Vitamina K (Filoquinona)

Na verdade, a Vitamina K engloba três Vitaminas para o corpo: a Vitamina K1, Vitamina K2 (MK-4) e Vitamina K2 (MK-7). Ela é composta por várias substâncias pertencentes à coagulação do sangue. Além disso, auxilia na fixação do cálcio nos ossos e no processo de cicatrização.

Em nosso organismo, a Vitamina K2 se combina ao Cálcio e à Vitamina D3, que são elementos essenciais para a obtenção de ossos densos, fortes e saudáveis.

Pode ser encontrada principalmente nos vegetais, como couve-flor, brócolis, nabo, espinafre, rúcula e demais vegetais verdes. Apenas 50 gramas diárias são o suficiente para se atingir a quantidade recomendada da Vitamina. Outros alimentos também são ricos em Vitamina K, como estes abaixo:

  • tomate;
  • batata;
  • gema de ovo;
  • óleo de soja;
  • fígado;
  • abacate.

Em relação ao consumo em excesso da Vitamina, é importante saber que é muito raro que isso ocorra por meio da alimentação, porém, é possível que aconteça por meio do consumo de suplementos. Assim, é essencial que a suplementação seja feita apenas com a orientação de um médico ou nutricionista.

Por outro lado, é difícil que se tenha deficiência de Vitamina K, porque ela pode ser obtida por meio de diferentes alimentos, não sendo necessário um alto consumo diário.

Suplementos normalmente são recomendados para recém-nascidos prematuros ou para pessoas com dificuldades para absorver gordura, como aquelas que passaram por uma cirurgia bariátrica ou que fazem uso de medicamentos que prejudicam a sua absorção.

Hidrossolúveis

Dentre as Vitaminas para o corpo, as hidrossolúveis são aquelas solúveis em água. Elas ficam circulando na corrente sanguínea e são filtradas pelos rins, sendo necessário consumi-las diariamente. Nesse grupo, encontramos as Vitaminas C e as do Complexo B.

1. Vitamina B1 (Tiamina)

Importante aliada no combate à depressão e fadiga, a tiamina também atua na produção de ácido clorídrico e na formação do sangue. Sua absorção é prejudicada pelo consumo elevado de álcool e, por isso, sua deficiência é mais notada em pacientes alcoólatras. São alimentos ricos em Vitamina B1:

  • cereais integrais;
  • couve;
  • espinafre;
  • pinhão;
  • gema de ovo;
  • leguminosas.

2. Vitamina B2 (Riboflavina)

Atua na coordenação motora e na cor da pele, além de participar do metabolismo de proteínas, carboidratos, gorduras e na produção de energia. Como principais fontes da Vitamina B2, temos:

  • ovos;
  • fígado;
  • carnes magras;
  • couve;
  • repolho;
  • cereais integrais;
  • leite;
  • espinafre.

3. Vitamina B3 (Niacina)

Também chamada de Vitamina PP ou ácido nicotínico, tem a função de levar o oxigênio para as células. Suas ações têm influências positivas sobre o metabolismo e digestão, e podem ser facilmente notadas na saúde de modo geral, na capacidade de emagrecer e no ganho de massa muscular.

Além de manter o tônus muscular e o bom funcionamento do sistema digestivo e nervoso, tem como duas de suas principais funções a de contribuir com a remoção de substâncias tóxicas e a redução dos níveis de colesterol. Pode ser encontrada em:

  • feijão;
  • peixe;
  • leite;
  • carnes magras;
  • café;
  • ovos;
  • amendoim;
  • fígado;
  • levedo de cerveja.

4. Vitamina B5 (Ácido Pantotênico)

Assim como a Vitamina B2, a B5 atua também na produção de energia por meio de gorduras, carboidratos, lipídios e proteínas. Além disso, ela participa da produção de anticorpos e dos hormônios supra-renais. A Vitamina B5 é encontrada em:

  • abacate;
  • iogurte
  • ovos;
  • leite;
  • carnes;
  • legumes.

5. Vitamina B6 (Piridoxina)

Importante não só para a saúde física, mas também para a mental, a Vitamina B6 atua na produção de hormônios, de ácido clorídrico – essencial para o bom funcionamento do estômago – e na absorção das Vitaminas B3 e B12. É possível encontrá-la em:

  • lentilha;
  • salmão;
  • cenoura;
  • arroz integral;
  • atum;
  • gérmen de trigo;
  • carnes vermelhas.

6. Vitamina B7 (Biotina)

Muito importante na saúde capilar, a Biotina ajuda também na produção de ácidos graxos, crescimento celular e na utilização das Vitaminas do complexo B. Pode ser encontrada em:

  • gema de ovo;
  • cereais;
  • carnes vermelhas;
  • abacate;
  • beterraba;
  • vegetais verde-escuros.

7. Vitamina B9 (Ácido Fólico)

É considerado um alimento para o cérebro e participa da síntese do DNA. Sua presença nos processos de multiplicação e divisão celular é essencial e sua ausência diminui consideravelmente a defesa do organismo. Dentro os alimentos ricos nessa vitamina, podemos citar:

  • feijão;
  • cereais integrais;
  • fígado;
  • milho;
  • amendoim;
  • levedo de cerveja.

8. Vitamina B12 (Cobalamina)

Uma das principais Vitaminas para o corpo é a B12. Ela é indispensável na manutenção do sistema nervoso e na formação sanguínea, a cobalamina ainda contribui com o processo digestivo e absorção dos alimentos. Para ingerir mais Vitaminas B12 são recomendados o consumo de:

  • carnes;
  • ovos;
  • peixes;
  • frutos do mar;
  • derivados de leite.

Vitamina B12

9. Vitamina C (Ácido Ascórbico)

A Vitamina C é popularmente conhecida no combate a resfriados, mas está ligada também na formação de glóbulos vermelhos, dentes e ossos, na absorção de ferro e na composição do colágeno. Por ter propriedades antioxidantes (isto é, que retardam o envelhecimento do organismo), essa Vitamina contribui no combate aos danos causados por radicais livres.

Para aqueles que estão com o colesterol alto, a Vitamina C é muito indicada, pois ela regula os níveis de colesterol, reduzindo o colesterol ruim (LDL) e aumentando o bom (HDL).

Assim, a carência da Vitamina C pode resultar na debilidade de alguns tecidos orgânicos, resultando em uma doença chamada escorbuto, que pode apresentar os seguintes sintomas: lesões na mucosa intestinal, sangramentos na gengiva e epidérmicos, fraqueza nas articulações e alterações nos dentes.

Outras provocações graves no organismo acarretadas pela sua debilidade são: insônia, nervosismo em crianças, depressão e fadiga em adultos.

Apesar de muito se falar que a Vitamina C é encontrada em frutas como o limão e a laranja, na realidade, os vegetais são as melhores fontes dessa Vitamina! No geral, ela pode ser encontrada em:

  • frutas cítricas;
  • tomate;
  • brócolis;
  • rúcula;
  • alface;
  • espinafre;
  • repolho;
  • agrião;
  • couve-flor;
  • salsa;
  • pimenta;
  • soja;
  • nozes.

Além da alimentação, a Vitamina C pode ser obtida através de suplementos. Uma dica é fazer a ingestão de maneira fracionada, ou seja, diversas vezes ao dia, o que aumenta a sua absorção pelo organismo.

É claro que os sintomas relatados pela falta ou excesso de consumo nessas Vitaminas podem ser derivados de diversos outros motivos. Portanto, é importante sempre consultar um médico.

Agora que você entende a importância de cada uma das Vitaminas para o corpo, abaixo pode conferir como elas podem ser utilizadas para combater problemas específicos.

Vitaminas para os olhos

Os olhos funcionam como uma espécie de câmara escura, em que a parte de dentro é forrada por um tecido nervoso chamado retina. Na retina, se concentram os pigmentos que, ao reagirem à luz, a convertem em sinais elétricos para o cérebro.

É nesse processo de estímulo que a Vitamina A — uma das principais quando falamos em saúde ocular — entra em ação e interage com a iodopsina (que é uma proteína) para formar um sinal elétrico que possa ser interpretado pelo cérebro. A ausência desta Vitamina pode causar pele seca e áspera e cegueira noturna, também conhecida como xeroftalmia.

A Vitamina E tem função antioxidante e protege a membrana celular, neutralizando determinados subprodutos nocivos do metabolismo, que são os radicais livres. De acordo com alguns estudos, esta Vitamina pode contribuir na prevenção da catarata.

Assim como a E, a Vitamina C é um excelente antioxidante, auxiliando também na prevenção das cataratas. Sua eficácia fica ainda mais evidente quando consumida em conjunto da Vitamina E. Segundo estudos, a Vitamina C pode reduzir a pressão intraocular em doentes com glaucoma.
As necessidades dessa Vitamina dependem de diversos fatores, como a idade, o sexo e o peso, e sua deficiência dietética hoje em dia é rara.

Além disso, a Vitamina B2 (ou riboflavina) é de extrema importância para a atividade de várias enzimas que previnem as cataratas e protegem os olhos.

Vitaminas para cabelos e unhas

aparência dos fios e das unhas vai muito além de estética: ela pode apontar a falta de nutrientes e até mesmo algumas doenças. Por esse motivo, é importante dar mais atenção a esse ponto e, sempre que necessário, fazer a reposição das Vitaminas para o corpo.

O fio capilar é composto por uma proteína chamada queratina, que é formada a partir de aminoácidos. O corpo é responsável pela produção da maioria deles, mas alguns — chamados de aminoácidos essenciais — devem ser obtidos por meio da alimentação.

A Vitamina A é capaz de regular a multiplicação celular em nosso organismo, proporcionando maior elasticidade dos fios e também a produção sebácea no couro cabeludo, diminuindo, assim, a oleosidade.

Biotina (ou Vitamina B7), por sua vez, além de melhorar a flexibilidade e fortalecimento as unhas, seu uso tem mostrado efeitos positivos em relação à temida queda capilar. A Vitamina B5 também auxilia no combate à queda e fortalecimento do cabelo.

Inclusive, um grande aliado de homens e mulheres preocupados com a beleza dos cabelos é o Pill Food. Ele é um complexo vitamínico composto por uma poderosa combinação de proteínas, vitaminas e minerais essenciais para o crescimento saudável das unhas e cabelos.

Vitaminas para insônia

A insônia é um distúrbio que gera a dificuldade de dormir, deixando as pessoas cansadas, desanimadas e de mau humor. Se não for tratada, pode resultar em graves consequências para a saúde. O que muita gente não sabe é que existe mais de um tipo de insônia.

Há a ocasional ou transitória, que ocorre de tempos em tempos e está normalmente ligada a fatores mais específicos como doenças, ansiedade ou estresse. Já a intermitente, vai e volta sem nenhum motivo aparente, o que já deve ser visto como um alerta e requer mais atenção. Por último, temos a crônica, que persiste por mais de dois meses, podendo se tornar permanente.

Os danos causados pela insônia em nosso organismo são inúmeros e a lista de complicações é extensa, mas entre os problemas mais enfrentados estão as dores agudas, diabetes, distúrbios digestivos, doenças neurológicas, depressão, ansiedade e até mesmo o temido envelhecimento precoce.

Em muitos casos, a insônia pode ser evitada ao se levar um estilo de vida mais saudável, com uma alimentação rica em nutrientes e Vitaminas para o corpo. O 5-HTP é um suplemento dietético com ação antidepressiva, ansiolítica, supressora do apetite e auxiliar no sono. Ele atua aumentando a produção de serotonina, um neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar.

Além disso, estudos demonstraram que a Vitamina B12 melhora substancialmente a qualidade do sono, fazendo com que se acorde mais descansado e desperto e melhorando os seus níveis de concentração.

Vitaminas para o corpo ter mais energia

Quando se trata de ter mais energia, não podemos deixar de fora as Vitaminas do Complexo B, que tem como principal função atuar em conjunto com as enzimas para transformar carboidratos e gorduras em energia.

Com tantas Vitaminas para o corpo e suas diferentes funções no organismo, é preciso atentar ao consumo diário e manter os exames sempre em dia e, se necessário, fazer uso de algum suplemento.

A BS Pharma é uma farmácia de manipulação que cria e oferece produtos que promovem qualidade de vida e estética: cosméticos, suplementos nutricionais e produtos que promovem o emagrecimento.

Aqui no nosso blog, você pode se informar e receber dicas sobre como envelhecer com saúde, como aumentar a longevidade, dicas de medicamentos naturais, melhorar a qualidade de vida, prevenção de doenças, entre outros.

E você, já conhecia a função e a importância dessas Vitaminas para o corpo? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui no post!

E-Book Envelheça com Saúde


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *