Uma das desordens cutâneas mais comuns em idosos é a xerose, o ressecamento da pele causado pela diminuição dos fatores naturais de hidratação e da produção de lipídeos. Preparamos este artigo explicando o que este transtorno, porque ela ocorre, como evitar e muito mais! Ficou curioso? Boa leitura!

O que é a Xerose

A palavra Xerose vem do grego “xero”, que significa “seco” e “osis”, que significa “doença”. É caracterizada pelo aspecto seco da pele que fica esbranquiçada, podendo causar sensação de repuxamento, coceira, descamação, aspereza e até mesmo vermelhidão.

Porque ela ocorre

Com o passar dos anos, nossa pele sofre redução da velocidade da regeneração celular, as funções fisiológica e química da barreira cutânea diminuem. A permeabilidade cutânea aumenta e a pele torna-se muito vulnerável a fatores externos. Desta forma, quando exposta ao vento, banhos quentes, frio ou calor excessivo, surge a Xerose.

Como evitar

Em caso de Xerose, a pele fica fica muito sensível e alguns hábitos podem agravar ainda mais a situação. Portanto, é recomendado evitar:

  • Tomar banho muito quente;
  • Se expor ao sol por tempo prolongado;
  • Beber pouca água:
  • Usar sabonetes agressivos;
  • Esfregar ou coçar a pele.

Princípios ativos para combater a Xerose

Alguns princípios ativos, tais como a Ureia, a Arginina e a Carnosina são indicados para tratamento da Xerose severa dos pés. Um estudo com pacientes diabéticos e idades entre 40 e 75 anos demonstrou que uso de cremes contendo esses princípios ativos diminui o ressecamento, auxiliando no combate à Xerose.

A aplicação foi realizada por 32 semanas, duas vezes ao dia. A diminuição do ressecamento nesse período confirma a importância da hidratação de forma contínua.

Ureia

A Ureia é uma substância produzida pelo fígado ou gerada por meio da metabolização de proteínas dos alimentos. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), “a substância tem uma ação hidratante e queratolítica ou seja, capacidade de lise proteica com descamação do estrato córneo”.

Arginina

A Arginina é um importante substrato para a produção de óxido nítrico e sua suplementação melhora a microcirculação. O substrato também auxilia na cicatrização de ferimentos evitando a perda de massa muscular após cirurgias ou ferimentos.

Carnosina

Quando associada à ureia, a Carnosina contribui na aceleração da hidratação. O componente é produzido pelo corpo humano, mas diminui com o envelhecimento, sendo necessária a reposição.

Ômegas 3, 6 e 9

Diversos estudos sugerem os benefícios do Ômega-3 em melhorar os sintomas de uma variedade de condições imunomediadas. Já a aplicação de ômega-6 pode ajudar na redução de cicatrizes em ferimentos por queimaduras. O ômega-9 modula a inflamação em ferimentos e aumenta a resposta reparadora no corpo.

Comprar Ômega Pure

Óleos Vegetais

Alguns óleos vegetais apresentam composições muito interessantes, que podem ser explorados em formulações dermato-cosméticas para o benefício de pacientes idosos. São eles: óleo de Maracujá, óleo de framboesa e óleo de oliva.

O óleo de Maracujá possui alto percentual (em torno de 70%) de ácido linolênico (ômega-3). Devido a essa composição é um óleo que apresenta alta capacidade antioxidante.

Já o óleo de framboesa é conhecido por seus compostos com forte atividade antioxidante, promovendo a saúde das células da pele.

Por fim, o óleo de oliva possui grande importância na dermatologia  já que pode regular a produção de citocinas, aumentar a produção de óxido nítrico e diminuir a síntese de prostaglandinas e leucotrienos. O óleo possui propriedades antioxidante, antimicrobiana e anti-inflamatória.

Extratos Vegetais

Ao longo da história da humanidade, alguns extratos vegetais hidrossolúveis como os das plantas calêndula, camomila e aloe vera são utilizados extensivamente.

A Calendula é a única utilizada extensivamente de forma clínica em todo o mundo. É utilizada para a redução da inflamação e na cura de ferimentos e também nos casos de dermatite atópica para o alívio da coceira.

O alfa-bisabolol é um dos principais componentes da camomila (Chamomilla recutita), conhecido pelas suas propriedades anti-irritantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias, ajudando também na melhora dos processos de cicatrização de peles sensíveis.

A aloe vera (Aloe barbadensis) apresenta diversas propriedades biológicas, incluindo efeitos antimicrobianos e anti-inflamatórios, além de facilitar a regeneração tecidual da pele por potencializar a síntese de colágeno.

Vitaminas

Algumas vitaminas como E, B3 e B5 também são bastante eficazes na proteção e recuperação da barreira cutânea.

A vitamina E (α-tocoferol) é extensivamente estudada por sua proteção biológica contra a peroxidação lipídica das membranas celulares, atuando também na proteção contra o fotodano, induzido pela radiação ultravioleta.

A niacinamida é a forma amida do ácido nicotínico ou niacina (vitamina B3), utilizada há mais de 40 anos na dermatologia para o tratamento de condições inflamatórias. Hidratantes contendo niacinamida são conhecidos por serem efetivos em aliviar o desconforto da pele seca e melhorar a função barreira do estrato córneo.

Produtos com D-pantenol, conhecido como pró-vitamina B5, melhoram consideravelmente os sintomas de irritação da pele como ressecamento, aspereza, descamação, prurido e eritema.

Geralmente a administração tópica de preparações contendo D-pantenol são bem toleradas e apresentam um risco mínimo de irritação ou sensibilização da pele.

Sugestão de Formulações para tratamento da Xerose

Corpo

Ureia……………………………………………………..5% a 10%
Arginina………………………………………………………..0,4%
Carnosina……………………………………………………0,01%
Loção qsp……………………………………….100 mL
Aplicar nas regiões afetadas 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

Pés

Ureia…………………………………………………5% a 10%
Arginina……………………………………………………0,4%
Carnosina……………………………………………….0,01%
Ácido Salicílico…………………………………… 3% a 6%
Óleo Essencial de Melaleuca…………………1% a 5%
Creme qsp…………………………………….50 g
Aplicar nas regiões afetadas 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

Loção Corporal de Extratos Vegetais

Extrato de Calêndula……………………………….5% a 10%
Extrato de Camomila……………………………….5% a 10%
Alfa-Bisabolol……………………………………………….0,5%
Aloe Vera ……………………………………………0,5% a 1%
Loção Corporal qsp…………………………..….100 mL
Aplicar nas regiões afetadas 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

Loção Corporal de Vitaminas

Vitamina E………………………………………………2% a 5%
Niacinamide-PC……………………………………….2% a 5%
D-Pantenol……………………………………………………2,5%
Loção Corporal qsp…………………………..….100 mL
Aplicar nas regiões afetadas 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

Cápsulas de Niacinamida + PQQ + Coenzima Q10 + Vitamina E

Niacinamida……………………………………………….500 mg
Pirroloquinolina Quinona………………………………..20 mg
Coenzima Q10…………………………………………….50 mg
Vitamina E……………………………………………………50 mg
Excipiente qsp……………………………………….1 Cápsula
Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica.

Estudo científico

Na xerose ocorre a perda transepidermal de água (TEWL) que é um marcador do ressecamento da pele. Um estudo avaliou 292 voluntários com idades entre 30 e 91 anos que receberam niacinamida oral 500 mg ou placebo, 2 vezes ao dia por 12 meses. A niacinamida foi bem tolerada e reduziu a TEWL de forma significativa. Este mesmo estudo demonstrou a ação hidratante do PQQ em pacientes com sintomas de pele seca que receberam 20 mg/dia durante 8 semanas.

É considerado que efeito antioxidante do PQQ é mediado pela mudança na função mitocondrial e que o aumento da hidratação no estrato córneo contribui para os efeitos na melhora das rugas e pigmentação. Outros antioxidantes naturais, como Coenzima Q10 e vitamina E, têm demonstrado efeitos hidratantes. Suas concentrações na pele diminuem com o envelhecimento e a administração diária durante 2 meses (50 mg de coenzima Q10 e 50 mg de vitamina E) demonstrou aumentar seus níveis no extrato córneo.

Neste artigo, falamos sobre a xerose e citamos algumas dicas de como tratá-la. Gostou do nosso post? Conhece alguém que sofre deste transtorno? Compartilhe com seus amigos! Acesse nosso site, lá você encontrará produtos que contribuem para sua saúde e bem estar! Obrigada por acompanhar nosso blog!

 

Baixar E-Book Rejuvenescimento


1 comentário

Pele ressecada? Saiba como resolver! - BS Pharma · 24 de outubro de 2017 às 18:11

[…] pele ressecada também pode ser um resultado do envelhecimento. A xerose é uma das desordens cutâneas mais comuns em idosos, onde o ressecamento da pele é causado pela […]

Deixe uma resposta para Pele ressecada? Saiba como resolver! - BS Pharma Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *