No post passado, citamos os 5 pilares do envelhecimento e tratamos de um deles – o estresse oxidativo. Hoje, falaremos da inflamação.

Você deve estar se perguntado: qual a relação das inflamações com o envelhecimento? E com a longevidade?

A inflamação é uma resposta dos tecidos conjuntivos vascularizados às agressões de diversas naturezas (infecções microbianas, queimaduras, radiações, traumatismos mecânicos, toxinas, substâncias cáusticas, presença de tecido necrótico, entre outras), visando destruir, diluir ou limitar a disseminação do agente agressor. Trata-se de uma resposta de defesa do organismo.

Diversos estudos vêm relacionando a inflamação e o estresse oxidativo ao envelhecimento, inclusive postulando que muitos nutracêuticos com atividade anti-inflamatória poderiam ser úteis no sentido de reduzir a velocidade e/ou intensidade do envelhecimento precoce.

Falaremos agora dos 6 nutracêuticos (ativos) com maior poder anti- inflamatório e que se usados de forma contínua contribuirão na prevenção das inflamações, do estresse oxidativo e portanto do envelhecimento. O uso desses ativos garantem melhor qualidade de vida e longevidade.

Ômega 3

Sugestão de dose:
Uso oral: 3 cápsulas contendo 1.548 mg de EPA, 828 mg de DHA e 338 mg de outros ômega-3 (ou doses similares)

Dentre os ácidos graxos, os do tipo ômega-3 são os que possuem atividade imunomodulatória mais potente, sendo que, entre estes, o ácidos do óleo de peixe, EPA e DHA, são biologicamente mais potentes que o ácido alfa-linoleico (ALA). O DHA é capaz de suprimir a ativação das inflamações.

Vitamina D3

Sugestão de dose:
Uso oral: 1 capsula de 50.000 UI, 1 vez por semana

A Vitamina D apresenta propriedades anti-inflamatórias, uma vez que aumenta a resposta imunológica pró-inflamatória a partir de mecanismos de ação em receptores.

Extrato de Green Tea (Chá verde)

Sugestão de dose:
• Uso oral: extrato seco, 190 mg, 2 vezes ao dia.

Os flavonoides e polifenóis do Green Tea (Camellia sinensis) podem afetar os processos inflamatórios. Estudos reportam seus efeitos protetores contra o câncer e doenças inflamatórias e cardiovasculares.

Selênio

Sugestão de dose:
• Uso oral: 100 mcg, 2 vezes ao dia

O selênio é um mineral que desempenha funções antioxidantes e no funcionamento da glândula tireoide. Mais da metade do selênio contido no organismo encontra-se nos músculos, fígado, sangue e rins. Ele é incorporado à enzima glutationa peroxidase, importante na proteção contra radicais livres. (leia artigo sobre os 5 pilares do envelhecimento e tratamos de um deles

Rutina

Sugestão de dose:
• Uso oral: 33 mg, 2 vezes ao dia

A rutina é um bioflavonoide que é utilizado para diversas aplicações farmacológicas devido às suas propriedades antioxidantes significativas. Convencionalmente, é utilizado como antimicrobiano, antifúngico e antialérgico. Estudos recentes mostram outros benefícios no tratamento de doenças crônicas como câncer, diabetes, hipertensão e aumento do colesterol. A sua utilização é vantajosa em relação aos outros flavonoides, uma vez que é uma molécula não tóxica e não oxidável

Extrato de Curcuma longa

Sugestão de dose:
• Uso oral: 300 mg, 2 vezes ao dia

Curcuma longa tem uma longa história de uso na medicina ayurvédica como tratamento de condições inflamatórias. A curcumina é um de seus componentes e estudos sugerem que ela possui propriedades anticâncer, antiviral, antiartrítica, antioxidante e anti—inflamatória.

Neste tópico falamos da inflamação, importante pilar do envelhecimento. Aprendemos que controlando os processos inflamatórios aumentamos a longevidade e minimizamos o envelhecimento. Continue conosco. Na próxima semana falaremos da disfunção mitocondrial. Até lá.

 

EB1702_CTA_BLOG

Categorias: Longevidade

3 comentários

Alimentação e o sistema imunológico: veja como ela pode te ajudar! - BS Pharma · 7 de julho de 2017 às 10:46

[…] oleaginosas ainda são ricas em Ômega 3, nutriente que previne as inflamações das artérias. Por serem muito calóricas, é recomendado consumir, no máximo 3, oleaginosas por […]

Ômega 3 e os benefícios para sua saúde - BS Pharma · 2 de agosto de 2017 às 18:18

[…] de quadros de inflamação e doenças inflamatórias, pois atua bloqueando as enzimas que causam o processo inflamatório. É útil, portanto, no tratamento e combate de várias doenças que podem gerar quadros […]

Principais medicamentos naturais para aumentar a longevidade · 19 de outubro de 2017 às 13:02

[…] alimentos ricos em vitamina C combatem com maior frequência os radicais livres, prevenindo o envelhecimento e preservando a […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *